segunda-feira, 12 de julho de 2010

CAMPANHA PARA CIRURGIA GRATUITA DA MAMA ATRAI MAIS DE 400 MULHERES

Uma fila extensa de mulheres, em busca da cirurgia de redução da mama,
se formou esta manhã no Hospital da Mulher (Foto Williany Brito)

Centenas de mulheres formaram uma fila extensa na manhã de hoje, em frente ao Hospital Inácio Pinto dos Santos(o Hospital da Mulher), em Feira de Santana. Todas elas têm o mesmo objetivo: realizar a cirurgia de redução das mamas. A unidade de saúde vai realiza uma triagem para selecionar mulheres que apresentam um quadro mais avançado da gigantomastia e poder executar a cirurgia gratuitamente.
O número de senhas distribuídas, que eram cem, foi insuficiente, já que cerca de quatrocentas mulheres aguardavam para serem atendidas. “Nos surpreendemos com a quantidade de pacientes. Vamos atender a todas, pois não é justo elas terem acordado tão cedo, e não participarem do processo”, salientou a coordenadora e presidente da ONG Odungê, Lurdes Santana, ao programa Acorda Cidade.
Segundo a coordenadora, as pacientes serão examinadas por uma junta constituída por médicos e assistentes sociais, sendo procedimentos exclusivos para pessoas sem condições econômicas e que têm saúde prejudicada pela gigantomastia. “Os médicos disponibilizaram uma equipe multidisciplinar para atender todas as mulheres, quando serão feitas imagens das mamas e os exames. Posteriormente, os médicos vão selecionar as mulheres que têm maior necessidade”, explica Lurdes.
A aposentada Leonice Santos Vieira, de 73 anos, é uma das que chegaram cedo para garantir o atendimento. Segundo ela, é impossível fazer as atividades domésticas por causa das dores devido ao peso dos seios. “O médico recomendou a cirurgia senão correria o risco de ficar aleijada”, conta. A dona de casa Ana Paula Santos, de 35 anos, passa pelo mesmo problema: “A coluna e as mamas doem bastante. Não consigo nem mais arrumar a casa”, conta.

REALIZAÇÃO DAS CIRURGIAS
As cirurgias plásticas serão realizadas no mês de setembro em parceria entre a Prefeitura de Feira de Santana, através da Fundação Hospitalar, Sociedade de Cirurgia Plástica e Núcleo Odungê. A iniativa da Sociedade Brasileira de Currgia Plástica, do Hospital da Mulher e Hospital Geral Clériston Andrade - HGCA.
“Gigantomastia é o termo utilizado para definir as hipertrofias mamárias gigantes, que ultrapassam os volumes convencionais”, explica um dos cirurgiões, Cesar Kelly. Segundo ele, as causas mais comuns de gigantomastias estão relacionadas a obesidade; distúrbios glandulares; menopausa precoce; hipertrofia virginal ou puberal; hipertrofia pós gravidez, diabetes; fator hereditário e distúrbios emocionais.


Por Williany Brito
(Matéria publicada no portal Acorda Cidade, no dia 12.07.2010)

4 comentários:

luana ribeiro gomes disse...

como eu fasso para me escrever eu só tenho 14 anos e tem 2 quilos de seios em cada um,ja nao aguento mais minha costa esta que nem a do corcunda de notridan ta muito feia eu nao consigo estica doe muito estou atras de um cirurcia gratuita pois eu nao tenho condição de paga
por favor alguem me ajude

amanda monique oliveira dias disse...

queria muito saber como posso participar para consegui uma cirurgia pelo sus tenho 21 anos tenho dor nas costas e no ombro são muito fortes e frequentes preciso de ajuda

Charlene Amorim disse...

Gostaria de fazer a redução das mamas,pois sinto muitas dores nas costas,pescoço e cabeça, alem de ter uma auto-estima baixa,pois é muito dificil encontra um biquine ou camisetinha q sirva em mim. Mas moro no interior da Bahia,na cidade de Livramento a 134km de Vitoria da Conquista, sou professora,tenho 29 anos,meu sonho é fazer essa redução mas não tenho condições financeiras.O que posso fazer?Mim ajude pelo amor de DEUS!

fatima barbosa disse...

eu necessito fazer a redução da mama tenho mais ou menos 5 quilos em cada peito meu ombros ja estão deformado eu nao aguento mais.o que tenho que fazer pelo amor de Deus mim ajuda!

Postar um comentário